Lucélia Peres e Franck Caldeira vencem a Volta da Pampulha

Uma das provas mais tradicionais do atletismo mineiro aconteceu na
manhã desse domingo em Belo Horizonte. Cerca de 10 mil pessoas
participaram da Volta da Pampulha. A competição também reuniu os
principais nomes da modalidade brasileira como Franck Caldeira e
Sirlene Pinho, ambos vencedores da Meia Maratona do Rio desse ano.

A elite feminina largou antes às 9h20. Já a largada da elite masculina
e do pelotão geral foi dada pontualmente às 9h40. Ao todo os
participantes tiveram que correr 17,8 quilômetros sob uma temperatura
média de 28 graus. Além da corrida, também aconteceu uma caminhada.

O percurso da Volta da Pampulha, apesar de longo, não apresenta
subidas e trechos complicados e por isso pode ser considerada uma
prova rápida. Os primeiros quilômetros a prova foi liderado pelo
atleta Nélio Moura. Mas na altura do quilômetro cinco Franck Caldeira
e os quenianos Mathew Cheboi e Cosmers Kibet Kemboi abriram dos
demais.

Com alguns metros na frente dos quenianos, Franck Caldeira conquistou
o bicampeonato da prova. Ele cruzou a linha de chegada no tempo de
53min53. O segundo lugar ficou com o queniano Kosgei Kiplino (54min06)
seguido por Cosmers Kibet Kemboi (54min28).”Estou feliz pela vitória.
É bom vencer em casa, o povo mineiro me apoio durante todo percurso”,
conta Franck que nasceu na cidade de Sete Lagoas (MG).

Na disputa pelo pódio feminino a brasileira Lucélia Peres foi a
principal líder da competição e garantiu o tricampeonato da prova no
tempo de 1h02min15. A corrida fez parte do treinamento de base para a
temporada 2007 da atleta, já que a mineira foca os cinco e dez mil
metros dos Jogos Pan-Americanos do Rio.

“O calor que fez hoje não dava para fazer marca e sim chegar entre as
melhores. Mas a vitória foi importante para me dar mais visibilidade”,
revela a campeã que agora participa da São Silvestre.

A segunda colocada foi Márcia Narloch em 1h04min e a terceira Marily
dos Santos (1h04min40). A maratonista Sirlene Pinho parou no
quilômetro oito porque sentiu dores nas pernas e não completou a
prova. Segundo a atleta, ela não treinou muito para a Pampulha, já que
sua meta é participar de uma maratona no início do ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.