Fabiano Peçanha conquista o ouro nos 1.500 m no Sul-Americano

Fabiano Peçanha conquistou a primeira medalha de ouro do Brasil no
Campeonato Sul-Americano de atletismo, que começou nesta sexta-feira
em Cali, na Colômbia, e será disputado até domingo.

A vitória veio nos 1.500 m. O brasileiro, um dos favoritos ao título,
terminou o percurso em 3min41s51, deixando o equatoriano Bayron Piedra
em segundo, com 3min41s90, e o argentino Javier Garriqueo, com
3min45s53. Outro atleta do país na prova, André Alberi de Santana, foi
o sexto, com 3min49s61.

Peçanha foi um dos grandes destaques do Troféu Brasil, disputado em
junho, no estádio do Ibirapuera, em São Paulo. Na competição, a mais
importante do país, ele venceu os 800 m e também os 1.500 m.

Nos Jogos Pan-Americanos de Santo Domingo, na Republica Dominicana, em
2003, Peçanha já havia conquistado o bronze nos 800 m. No ano passado,
por causa de uma lesão, ele não foi às Olimpíadas de Atenas, na
Grécia.

Além do ouro de Peçanha, o Brasil conquistou duas medalhas, ambas no
feminino. Nos 10.000 m, Lucélia Peres chegou em segundo, com
34min51s12, A vencedora foi a argentina Roxa Preussler, com
34min34s40, enquanto o bronze ficou com a colombiana Ruby Riativa, com
35min38s02. Nadir Sabino de Siqueira terminou em quinto, com
35min58s31.

No salto em altura, a colombiana Caterine Ibarguen ficou em primeiro,
com 1,93 m. A argentina Solange Witteveen foi a segunda, com 1,88 m,
enquanto a brasileira Eliana Renata da Silva levou o bronze, com 1,79
m. Mônica Araújo Freitas saltou a mesma distância, 1,79 m, mas
terminou em quinto.

Em outra prova desta sexta, o arremesso de peso masculino, os atletas
brasileiros não tiveram bom desempenho. Ronald Odair de Oliveira
Julião foi o sexto, com 16,97 m, duas posições à frente de Daniel
Ferreira Freire, com 16,39 m. O chileno Marco Antonio Verni levou o
ouro, com 18,43 m, seguido pelo venezuelano Yoger Medina, com 18,32 m,
e pelo colombiano Jhonny Rodriguez, com 18,22 m.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.